Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Viagem até a Cripta

    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Qui 20 Jul 2023 - 18:43

    CONTINUE!
    Lucas Corey
    Tecnocrata
    Lucas Corey
    Tecnocrata

    Mensagens : 448
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Lucas Corey Qui 20 Jul 2023 - 22:03

    CONTINUE - mas eu sei que já passou do prazo  A Viagem até a Cripta - Página 2 1f61c

    A descrição do combate ficou muito boa!
    GM
    Mutante
    GM
    Mutante

    Mensagens : 687
    Reputação : 61

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por GM Sex 21 Jul 2023 - 17:21

    @Dycleal @Mandhros @Lucas Corey @Dante




    >>> PRIMEIRO COMBATE – SEGUNDO TURNO <<<





    Conforme o embate na floresta de Cormanthor se intensifica, o equilíbrio entre coragem e medo oscila como um fiapo de luz na escuridão. É o segundo turno do confronto, e a dança da batalha soa com um ritmo mais ameaçador. Nimb inicia a rodada, movendo-se silenciosamente pelas sombras. Sua flecha voa pelo ar e, com uma precisão mortal, se aloja no Grick Alfa, causando um ferimento visível que jorra um líquido verde e viscoso. Logo após, é a vez de Nam. Utilizando novamente sua magia, o gnomo lança um Orbe Cromático contra o Grick Comum remanescente. A esfera explode em um dilúvio de ácido, cobrindo o monstro que se contorce em agonia sob a força corrosiva do encantamento. Garona, ainda vibrando com a fúria da batalha, avança contra o Grick Alfa. Ela desfere dois golpes violentos com sua espada, rasgando a carapaça do monstro e causando danos consideráveis. A bárbara se move com uma fúria primordial, como uma tempestade de fúria e aço. O Grick Alfa, agora ferido e sangrando, faz um contra-ataque. Ele atinge Garona com seus tentáculos, mas a bárbara, resistente como uma montanha, parece não se abalar, recebendo apenas uma fração do dano que o monstro pretendia infligir. Nadien, ainda sofrendo com as feridas do turno anterior, se move com agilidade no campo de batalha. Embora sem escudo, sua espada de duas mãos se move com precisão e força, mantendo os monstros a uma distância segura. Ao atacar, ela acerta com precisão o Grick Alfa, causando mais danos ao monstro. Finalmente, o Grick Comum, ainda sofrendo os efeitos do ácido, tenta atacar Nadien. No entanto, a elfa, com sua habilidade de combate e espada em mãos, consegue desviar de todos os ataques, mantendo-se ilesa. Ao fim do segundo turno, a batalha continua. Cada movimento, cada ataque, cada defesa dos heróis é um desafio à monstruosidade dos Gricks. Eles resistem, persistem e continuam a lutar na floresta de Cormanthor, um cenário sombrio para este espetáculo de coragem e terror.





    A Viagem até a Cripta - Página 2 Ordena16





    >>> Esse é o final do segundo turno. <<<
    >>> Se vocês discordam ou querem fazer alguma mudança, no final de cada turno terão uma oportunidade. <<<
    >>> Caso contrário apenas postem: " CONTINUE " <<<
    >>> Vocês tem o dia de hoje para isso.<<<
    >>> Vocês tem até às 19 horas. O turno fecha nesse horário e o que aconteceu está selado <<<



    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Mandhros Sex 21 Jul 2023 - 18:11

    Agora sim!

    Nadien vai atacar o Grick 2 (se ninguém o derrubar antes) tão logo tenha oportunidade, e sempre se colocando entre os monstros e os gnomos. O combate está muito legal!

    CONTINUE!
    Dante
    Tecnocrata
    Dante
    Tecnocrata

    Mensagens : 313
    Reputação : 42

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dante Sex 21 Jul 2023 - 19:53

    CONTINUE!

    Spoiler:
    GM
    Mutante
    GM
    Mutante

    Mensagens : 687
    Reputação : 61

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por GM Sex 21 Jul 2023 - 21:02

    @Dycleal @Mandhros @Lucas Corey @Dante




    >>> PRIMEIRO COMBATE – TERCEIRO TURNO <<<





    Enquanto o grupo se prepara para o terceiro turno da batalha, eles podem sentir uma nova determinação crescendo dentro deles. Os Gricks ainda são uma ameaça, mas os heróis estão começando a virar a maré. Nimb é o primeiro a agir. Seu arco é puxado com uma intensidade quase palpável e a flecha voa em direção ao Grick Comum restante. Com uma precisão mortífera, a flecha atinge seu alvo, e o monstro cai no chão, inerte. Sem perder tempo, Nimb volta sua atenção para o Grick Alfa. Com uma carga de energia elétrica na ponta de outra flecha, ele atira novamente, a flecha brilha com eletricidade enquanto atravessa o ar, atingindo o Grick Alfa, que se contorce com o choque. Nam, observando a aproximação do Grick Alfa, se prepara para se afastar. Porém, antes que ele possa se mover, o Grick tenta atacá-lo. Mas Nam, habilidoso e engenhoso, usa sua magia de Premonição, substituindo a rolagem de ataque do Grick pelo valor baixo que ele tinha previsto. O ataque do Grick falha, permitindo que Nam se afaste com segurança. De uma distância segura, ele lança um ataque mágico contra o Grick Alfa, que está agora enfrentando a fúria unida do grupo. Garona avança, sua fúria intensificada pela ameaça à vida de seus companheiros. Ela balança sua espada com uma ferocidade selvagem, golpeando o Grick Alfa repetidamente. A criatura ruge em dor e desespero, mas a bárbara continua impiedosamente, determinada a derrubar o monstro. Nadien se junta a Garona no ataque ao Grick Alfa. Ela ergue sua espada de duas mãos e a traz para baixo com toda a sua força, golpeando o Grick Alfa e causando mais danos à criatura. Finalmente, a criatura colapsa no chão, vencida pela fúria combinada dos heróis. Assim termina o terceiro turno de batalha na floresta de Cormanthor. Os heróis, embora cansados e feridos, se mantêm de pé, tendo enfrentado e derrotado os monstros abissais. Eles se voltam uns para os outros, um brilho de satisfação em seus olhos. A luta foi dura, mas juntos, eles saíram vitoriosos.





    De acordo com o Manual do Mestre do D&D 5e, um Grick Comum concede 450 pontos de experiência (XP) e um Grick Alfa concede 1800 XP. Como o grupo derrotou dois Gricks Comuns e um Grick Alfa, o total de XP obtido será de 450*2 + 1800 = 2700 XP. Se a experiência for distribuída igualmente entre os quatro membros do grupo (Garona, Nimb, Nam e Nadien), cada um receberá: 2700 XP / 4 = 675 XP. Então, cada membro do grupo ganha 675 XP por sua participação nesse encontro de combate.






    >>> Fim do combate <<<
    >>> Se vocês discordam ou querem fazer alguma mudança, digam até amanhã às 19h. <<<



    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Sex 21 Jul 2023 - 21:39

    Foi ótimo e épico!
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Mandhros Sáb 22 Jul 2023 - 12:23

    Off: Adorei o combate! Por mim, pode continuar nesse esquema em todos os próximos encontros! Vou fazer uma postagem interpretando as ações da Nadien durante o combate. Se houver qualquer imprecisão na menção aos outros membros do grupo, ou a qualquer evento, é só falar!

    Vou anotar os 675 de xp na ficha, editando o tópico do fórum!

    On:

    Não havia como fugir, ou evitar a peleja. Três gricks, um deles muito maior que os outros dois, sepenteavam pela floresta, em uma posição na qual não podiam ser contornados.

    Minha experiência, embora não fosse tão vasta assim, ensinava que estes monstros eram agressivos e territorialistas. Mesmo que não fizéssemos nada, eles avançariam sobre nós.

    Eu e Garona, aparentemente, tivemos a mesma ideia ao mesmo tempo, sem que precisássemos sequer falar. Um olhar foi o suficiente para que, sacando nossas armas, nos puséssemos entre os oponentes e os gnomos. Atrás de nós duas, o Sr. Nam e Nimb poderiam manter-se a salvo e, eventualmente, contra-atacar.

    Com um urro gutural, Garona, que já era ameaçadora e imponente por si só, assumiu uma postura quase demoníaca. Seus olhos ficaram vidrados e brilhantes, injetados, e uma baba estranha começou a surgir entre seus lábios.

    Eu já tinha ouvido falar da fúria dos bárbaros, mas era a primeira vez que presenciava tal espetáculo na iminência de um combate.

    Atrás de nós, Nimb desapareceu mas, quase ao mesmo tempo, disparou, a partir de algum lugar, uma flecha. O ataque foi em vão, e a seta se perdeu na mata.

    Imediatamente após, ouvi um zunido baixo e vi uma fagulha voando do ponto onde o Sr. Nam estava em direção aos monstros. Eu sabia o que viria depois, apesar de também nunca ter presenciado aquilo...

    Uma grande explosão, vinda do nada, causou os primeiros danos aos gricks, que se contorceram de dor e efetivamente se voltaram contra nós.

    Então, foi a vez de Garona. Como um urso raivoso, a meio gigante avançou sobre os monstros, golpeando com uma ferocidade assustadora. Um dos gricks menores urrou de dor e tentou contra-atacar, mas a goliath parecia feita de pedra!

    O monstro não teve a menor chance, e tombou rapidamente.

    Mas ainda restavam outros dois oponentes, um grick alfa e seu companheiro menor.

    E é o alfa quem me causa os primeiros embaraços. Avançando como uma serpente, ele joga o peso do corpo contra mim, enquanto realizava estocadas com aqueles tentáculos profanos. Não pude desviar do golpe, ou apará-lo com a espada, e ele atingiu meu torso em cheio.

    Sinto o gosto de sangue na boca e a dor típica de algumas costelas quebradas. Isso não era bom, mas não seria o suficiente para me parar! Firmando os dedos ao redor do punho de Juramento do Céu, realizou um movimento circular, na tentativa tanto de acertar o monstro quanto de afastá-lo de mim, mas a serprente se esquiva do golpe, que corta apenas o ar.

    O outro grick, menor, não conseguiu se posicionar para atacar - talvez ainda estivesse incapacitado pela dor da queimadura que tinha sofrido.

    ***

    Puxo o ar com dificuldade, as costelas doendo, e assumo a postura do falcão, mantendo a espada erguida sobre a minha cabeça, segura firmemente pelas duas mãos.

    Antes que eu pudesse reagir, contudo, uma outra flecha passa silvando por mim e por Garona, alojando-se firmemente no corpo do grick alfa.

    Mais um filete de luz, e a magia do Sr. Nam começa a atuar novamente, explodindo em ácido sobre o grick comum que ainda estava em combate. Era uma segunda queimadura, terrível, com a qual lidar.

    E, então, foi a vez de Garona. Ela não era uma combatente comum, era uma verdadeira força da natureza! Com velocidade sobrenatural, ela avança sobre o alfa golpeando-o uma e outra vez! E como eram fortes aqueles golpes!

    O grick alfa grita e contra-ataca a goliath, mas não consegue causar qualquer dano que parasse a bárbara.

    Respiro fundo. Um passo para o lado, dois para frente, e a força dos meus braços, o peso do meu corpo e a própria gravidade trabalham, juntos, para que Juramento do Céu desça como a vingança de Tyr sobre o corpo do Grick.

    O golpe talvez não tivesse sido tão violento quanto os ataques de Garona, mas ainda assim não causara um dano desprezível.

    Quando puxo a espada do corpo do monstro, consigo usá-la para aparar um ataque do grick menor e retomar a postura de ataque.

    ***

    Era chegado o momento do desfecho daquele balé de aço.

    Cansada e dolorida pelo ferimento, trago a espada ao lado do torso, como se segurasse a haste de uma bandeira.

    Nimb, então, realiza mais um tiro vindo das sombras, com o qual acerta a cabeça do grick menor. Aquele golpe preciso livrou o monstro da dor das queimaduras, pondo fim à sua existência.

    Mas o gnomo era rápido. E mais um tiro, saído do nada, se aloja no corpanzil do alfa. Este tiro não era comum, mas vinha com uma carga elétrica!

    O grande alfa, então, se ergue e busca atacar o Sr. Nam, entre a minha posição e a de Garona!

    Eu tento ajustar minha posição para sofrer o golpe, mas já era tarde demais.

    O gnomo, contudo, também tinha seus truques e, de alguma forma, conseguiu impedir que o monstro o acertasse.

    Uma vez mais, Garona e eu agimos quase ao mesmo tempo.

    Primeiro ela começa a golpear, com selvageria, o oponente restante, lançando pelo ar o sangue de suas veias.

    Depois eu:  um primeiro golpe fazendo um rasgo diagonal crescente, seguido por um outro, no qual todo o peso da arma caía sobre a vítima de um corte vertical.

    O grick maior não gritou. Não teve tempo para isso. Apenas um suspiro, o último ar que deixava seus pulmões profanos, foi o aceno para a despedida deste mundo.

    Garona estava coberta de sangue e visco, e eu mesma, também, mas Juramento do Céu, de forma sobrenatural, estava limpa e brilhante.

    Coloco a ponta da espada sobre o chão e me apóio sobre o punho dela, com as duas mãos, como se fosse um esteio ou uma muleta. Então, cuspo o sangue que estava na minha boca e enchia, lentamente, o meu pulmão.

    Ciente de que aquilo poderia se tornar um problema, tiro a luva de uma das minhas mãos e a repouso sobre a ferida, usando o dom de Tyr, cura pelas mãos, para restaurar as costelas quebradas e parar o sangramento.

    Ainda com um filete de sangue, vívido, brilhando no canto dos meus lábios, olho ao redor, tentando avaliar meus companheiros.

    Srta. Garona, Sr. Nam, Sr. Nimb? Podem me ouvir? Estão todos bem?
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Sáb 22 Jul 2023 - 13:44

    Eu entro em estado de alerta, quando ouço um barulho na mata, digo para Nimb que fique atrás de mim e fique atacando de longe, que vou proteger ele e fico lado a lado com a elfa azul e digo para ela atacar sem ter pena, que são três monstros muito estranhos e aponto para o maior lhe dizendo que deve ser o líder e que vou focar nele e dou um urro, invoco os espíritos dos meus ancestrais e lembro de todas as dores que senti quando fui expulsa da minha aldeia e fico focada naquele monstro com muito ódio e fúria e meus ouvidos, movimentos e olhos ficam bem mais apurados em suas funções e sem saber como, eu sei onde está cada um dos meus companheiros, sem nem mesmo precisar olhar...

    E ai acontece... Coloco as duas mãos no cabo do meu machado e desfiro golpes em círculos e dou chutes e cotoveladas no corpo dele, o monstro maior e não consigo sentir o impacto dos golpes que ele me desfere, mas vejo a gosma, que deve ser o sangue dele e salto do corpo dele pelo e gosma, e gosma e pelo, até vê-lo cair e não se mexer... Olho para os companheiros e estão vivos, a elfa está um tanto machucada, mas sei que ela sabe se curar e eu estou sangue no corpo todo, mas não é meu. E pulo na água e começo a me lavar, tingir o rio de vermelho e tiro as minhas vestes e as jogo para Nimb e digo: - Pendura naquele galho ali, pra secar. E fico relaxando na água, para me recuperar e vou me acalmando e chamo todos para nos lavarmos e é lindo ver aquelas massas disformes e mortas no chão e meus amigos vivos e de pé... Como é bom a sensação da vitória... E fico ali, na água, pensando na minha amada elfa... Por onde será que ela anda?    
    Lucas Corey
    Tecnocrata
    Lucas Corey
    Tecnocrata

    Mensagens : 448
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Lucas Corey Sáb 22 Jul 2023 - 17:45

    As criaturas eram grotescas, horrendas, impossíveis, então Nam concluiu, com um pouco de amargura, que deviam ser "monstros", ou seja, criaturas que agem como animais selvagens, mas só até certo ponto. Pois mesmo um animal poderoso e muito territorialista, como o hipopótamo, ou um grande predador, como o leão, desiste do combate quando é seriamente ferido. Mas ele já tinha aprendido nos livros e por experiência que monstros lutam até a morte, como se não tivessem instinto de autopreservação, como se defender um território fosse mais importante do que estar vivo. Namfoodle achava isso triste, pois eles não tinham interesse algum em fazer mal àquelas criaturas, por mais horríveis que parecem aos seus olhos, e, ainda assim, elas provavelmente iriam atacá-los sem parar, até que um dos lados fosse exterminado.

    Decidido a testar tal suspeita, preparou-se para usar sua magia mais destrutiva, que é também uma das que causa mais dor. Nimb atacou primeiro, após ficar completamente oculto, e arrancou chiados de dor de uma das criaturas. Nam terminou seus movimentos e recitações logo em seguida, e uma explosão de fogo causou queimaduras no maior e mais grotesco daqueles Gricks, o Alfa, embora Nam ignorasse até o nome de tal espécie. Ele gostaria que o sofrimento causado pelos ataques fizesse os seres recuar, mas ficou provado que eram monstros mesmo, pois não recuaram…

    Foi assim que Garona, explodindo em fúria, moveu seu machado em golpes terríveis, ao lado de Nadien, que também desferiu cortes poderosos, e não se abateu mesmo depois que tentáculos em movimentos ensandecidos lhe feriram as costelas.

    Um dos monstros rastejou com velocidade impossível em direção a Nam, evitando ser bloqueado pelas guerreiras, e chegou a apenas dois passos do pequeno, distância suficiente para atingi-lo! Foi então que os poderes de adivinhação do mago vieram em seu socorro, pois ele teve uma premonição instantânea, um vislumbre dos movimentos da besta um segundo antes que fossem realizados. Antecipando-se, Nam usou sua destreza gnômica para saltar de modo tal que seu pequeno corpo passou por entre dois tentáculos que se projetaram na sua direção, um rente ao solo, o outro pouco acima. Isso deu a ele a oportunidade de correr, ganhar distância e desferir um segundo ataque mágico!

    Para não correr o risco de atingir seus companheiros, usou a Orbe Cromática, escolhendo que o ataque tivesse o mesmo efeito de um esguicho de ácido. O monstro urrou quando sua pele gosmenta começou a ser corroída, mas prosseguiu, assim como os outros, e a peleja continuou até que os cadáveres de todos os Gricks ficassem espalhados pelo chão, deformados, ensanguentados, queimados…
    Nam viu o outro gnomo sair do esconderijo onde estava, Garona com o corpo coberto de um sangue repelente e Nadien curando a si mesma com uma benção. Ficou satisfeito, e respondeu à preocupação de Nadien dizendo que todos pareciam bem.

    Pensou ainda em fazer um comentário, mas deteve-se, chocado, quando viu a gigante tirar as roupas, sem a menor cerimônia, para banhar-se! Nam se virou rapidamente e foi em direção à mula, muito mais para disfarçar o desconforto do que por preocupação, já que ele sabia que nenhum monstro havia atacado as montarias. "O que é que a minha Jezziah faria se visse uma coisa dessas?! No mínimo, ia dizer umas poucas e boas para a bárbara, e depois passaria uma semana fazendo comentários ciumentos sobre o ocorrido, como se eu tivesse culpa de alguma coisa…".

    Namfoodle ficou de costas para Garona, sentindo que suas bochechas estavam vermelhas como seu cabelo, enquanto acalmava a mula…
    Dante
    Tecnocrata
    Dante
    Tecnocrata

    Mensagens : 313
    Reputação : 42

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dante Dom 23 Jul 2023 - 19:23

    Tudo parecia bem. Minha princesa parecia apreciar minha companhia e as vozes silenciaram por um momento.

    Até que o arrepio característico que me acomete quando sinto o cheiro da caça fez tudo mudar em milesimos de segundos.

    Três criaturinhas fofas surgiram no nosso caminho. Finalmente diversão. A princesa me deu ordens, portanto só me restou cumprir.

    Com os olhos fechados, por um momento as sombras e eu eramos um só. Sumi da vista de todos, mas a postura da princesa me fez sair da caça por um momento e inacreditavelmente eu errei meu primeiro tiro. E eu NUNCA erro o primeiro tiro.

    Com isso as vozes voltaram.

    "Recomendo que fuja. A presença da bárbara afeta suas reações. Caso permaneça no combate, concentre-se!" Era Cortana falando.

    Scar também aproveitou. "Ora ora, finalmente vamos nos divertir. Ao menos aqui combinamos não é velho amigo?"

    Eu não podia aceitar a recomendação de fugir e menos ainda aceitar o Convite de Scar. Eu sei bem do que ele estava falando. Eu não poderia deixar acontecer outra chacina. "Não." Eu disse.

    "Deixe-me assumir, assim você não precisa se preocupar. Você não está bem não vê? Errou o primeiro tiro. NUNCA erramos o primeiro tiro."

    Parecia que dessa vez era uma daquelas raras vezes em que todos nós estavamos de acordo. Fugir não era uma opção. Eu realmente não estava bem. Eu precisava da ajuda dele. Não poderia deixar a princesa em perigo. Era um risco que eu tinha que correr.

    Scar assumiu. Por sorte eu estava invisível nas sombras e meus companheiros nada presenciaram. Scar ainda mantinha um sorriso, mas um sorriso muito mais diabólico e sedento pela matança. Logo a mudança se tornou valiosa. Scar era um assassino terrível e dali em diante não falhamos uma única vez. Porém, eu havia perdido o controle...

    Quando tudo acabou. Scar saiu das sombras e falava comigo. "Porque eles importam tanto pra nós Nimb?"

    Nadien falou. Scar não respondeu. Ele caminhava em direção a minha princesa e o medo e desespero me consumiam cada vez mais.

    Porém, a princesa se mostrou ainda mais especial. Não sei se por ver ela nua, ou por ela falar comigo naquele momento ou por me jogar suas vestes e eu poder sentir seu cheiro ou se por uma soma de tudo isso, consegui assumir o controle de novo. E pelo menos por enquanto a princesa estava segura, estavam todos seguros...

    Fui estender as roupas da princesa em silêncio como me instruiu e depois de passar alguns momentos sentindo seu cheiro as estendi e chorei por um momento. Um choro de alívio e um choro de medo.
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Mandhros Seg 24 Jul 2023 - 13:17

    Por um momento, olho em volta. Com o calor do combate e a dor do ferimento, eu tinha me esquecido, completamente, do nosso guia...

    Onde ele estaria?
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Seg 24 Jul 2023 - 13:30

    OFF: Com certeza, escondido, atrás de alguma moita!
    GM
    Mutante
    GM
    Mutante

    Mensagens : 687
    Reputação : 61

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por GM Qua 26 Jul 2023 - 19:50

    @Dante  @Mandhros  @Dycleal  @Lucas Corey




    A Viagem até a Cripta - Página 2 Garona12
    (Eu cobri as partes sensíveis por causa das regras do Nova Era RPG, mas que vocês acharam da Garona?)



    Depois dessas coisas... Com os ecos finais da batalha se dissipando em meio ao matagal retorcido, os membros do grupo reagruparam-se sob o dossel emaranhado de folhagens escuras. Seus olhares, cansados, mas aliviados, percorriam o terreno revolto da carnificina que haviam infligido, procurando pelos sinais do homem que os havia conduzido até ali. Porém, Servius, seu guia, não estava entre eles. Agora, como uma memória difusa no domínio da incongruência, a imagem de Servius se perdia entre a realidade e a abstração. Onde estaria aquele que os havia guiado através do pesadelo criptogâmico das entranhas dessa floresta escura? Uma sensação de terror cósmico invadiu os aventureiros, a estranheza da ausência do guia enchendo o ar com uma espécie de cacofonia silenciosa. Procuraram pelo mato, chamando o nome dele, a voz perdida entre os troncos sombrios e o estranho balido distante de criaturas desconhecidas. Não havia traço, não havia rastro, não havia nada além do vento frio que dançava entre os arbustos murmurando seu conto de desaparecimento. Servius havia se esvaído, como um sussurro na noite, seu destino escrito nas sombras inescrutáveis de Cormanthor. Enquanto a compreensão de seu desaparecimento afundava na mente do grupo, eles contemplavam a malevolência indiferente da floresta, um terror crescente em seus corações. Perdidos em um emaranhado de desespero e incerteza, eles se encontraram sozinhos naquela paisagem esquecida pelo tempo, em uma terra onde o sol era um estranho e a escuridão, uma amiga íntima. Onde estava Servius, ninguém poderia dizer, pois sua presença se desvanecera, deixando apenas o sussurro do mistério em seu rastro. O grupo olhou em volta, a floresta sombria agora um labirinto indelével de mistérios. Na mente de cada um, a pergunta ardia como uma marca quente, uma dúvida sinistra e inescapável - o que havia acontecido com o guia que prometeu conduzi-los através da escuridão? O segredo, no entanto, estava selado na abissal quietude da floresta, um enigma cósmico aguardando seu inevitável desvendar.

    (Eu rolei testes em secreto, a Garona passou e encontrou Servius.)
    (Se preferir @Dycleal eu mudo isso, mas alguém terá que encontrar ele.)


    Em meio ao silêncio ameaçador que engolia o grupo, a percepção aguçada de Garona sentia algo furtivo e ominoso se insinuando nas sombras das árvores de Cormanthor. Sem hesitar, ela se adiantou, as palavras de preocupação e inquietação dos demais desaparecendo em um sussurro distante enquanto seus sentidos se focavam na estranha perturbação. O vento, antes apenas um sussurro descompassado entre as folhas, parecia agora carregar consigo o sabor metálico do presságio. De repente, suas pernas pararam abruptamente, como se a própria terra sob seus pés exigisse uma pausa. Ali, parcialmente encoberto pela folhagem rasteira e cercado pela escuridão primordial, jazia o corpo inerte de Servius, seu peito trespassado por uma flecha. A visão daquele homem que antes os guiava agora reduzido a uma sombra morta da vida que outrora possuía enviou um calafrio indizível pela espinha da bárbara. Ela se aproximou, observando o cadáver com uma intensidade silenciosa. O brilho da morte nos olhos vazios do guia era perturbador, e a flecha que lhe perfurava o peito, um enigma frio e inescrutável. Um pedaço de pergaminho, preso às penas da flecha, parecia pulsar com uma malevolência muda. Com um cuidado reverente, Garona puxou o pergaminho, das flechas e entregou a Nadie. Nadie pega o pergaminho e o lê (se você @Mandhros quiser fazer um roleplay melhor, sinta-se a vontade). A medida quê lê, ela vê, em sua mente, as palavras saltando para a escuridão como chamas efêmeras em um abismo profundo. "Desistam enquanto podem, ou sofram as consequências, saibam que vocês estão sendo observados, pelo Observador". Uma ameaça, um aviso, uma profecia - a mensagem era todas essas coisas e nenhuma delas, seu significado tão profundo e insondável quanto o coração da floresta. E assim, os aventureiros se encontraram frente a frente com a verdade de sua situação - sozinhos em uma floresta antiga e impiedosa, assediados por uma força desconhecida e invisível, seu guia tombado e a única pista para sua sobrevivência agora um recado codificado do algoz de Servius. O horror crescente em seus corações era tanto pelo desconhecido quanto pelo conhecido, um medo ancestral que havia sido despertado por essa revelação sinistra. O Observador, um nome que parecia mais um título, trouxe consigo uma sensação de dread cósmico, um aviso que levava consigo a promessa de mais horrores por vir. E assim, eles avançavam, cada passo levando-os mais profundamente para as entranhas da floresta, cada batida de seus corações, um eco do terror silencioso que agora dominava seus espíritos.





    A Viagem até a Cripta - Página 2 Segund12
    (São 17:45, a noite se aproxima. O sol começa a esconder-se no horizonte. Estão cansados e com um pouco de fome)




    >>> Já podem postar <<<



    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Mandhros Sex 28 Jul 2023 - 13:53

    Com o término da batalha, ao menos em princípio as coisas pareciam mais calmas.

    Garona se lançou, de imediato, ao rio, para se banhar e remover de si o sangue viscoso dos gricks. O interessante é que a goliath arrancou as roupas e as jogou sobre Nimb! Eu pude sentir, mais do que ver, o Sr. Nam corando diante daquela cena pitoresca.

    Permito-me sorrir, e só não sorrio mais porque as costelas ainda doíam, e os pulmões ainda ardiam.

    Todavia, ainda que eu visse que todos estavam, aparentemente bem, faltou a figura de Servius. Nosso guia havia desaparecido durante o combate. Talvez fosse um covarde, ou quem sabe não acreditasse poder contribuir durante a luta?...

    Não... Decididamente aquilo não parecia certo...

    E, assim, alertei a todo o grupo, que se pôs a procurar pelo local, chamando pelo patrulheiro, sem resposta. Foi Garona quem, com instintos aguçados, localizou nosso antigo companheiro de grupo. Ou o que havia sobrado dele.

    O corpo jazia no meio da mata, com uma flecha firmemente alojada. Um golpe fatal e silencioso.

    Enrolada na haste da seta, havia um pergaminho...

    "Desistam enquanto podem, ou sofram as consequências, saibam que vocês estão sendo observados, pelo Observador".
    Repito aquelas palavras em voz alta, dizendo?

    "Desistam enquanto podem, ou sofram as consequências, saibam que vocês estão sendo observados, pelo Observador". Estamos sendo seguidos e observados. Possivelmente, caçados. Dentre todos nós, Servius foi um alvo estratégico: quem quer que seja este Observador[, queria nos deixar cegos no meio da floresta.

    Paro, por um momento, contemplando aquela cena e tentando decidir o que fazer. Precisávamos de direção, e precisávamos sair daquela posição desvantajosa o mais rápido possível. Mas também devíamos ritos fúnebres apropriados ao patrulheiro.

    Srta. Garona... Sei pouco sobre os bárbaros e seu cultura, mas já ouvi dizer que os seus são capazes de se alinhar com a natureza e conversar com os animais. Se essas histórias forem reais, com a queda de Servius, acho que você poderia ser uma excelente guia até a Cripta. Você poderia nos indicar o caminho?

    Eu já tinha percebido que Nimb, aparentemente, tinha uma propensão para o caos e a desordem. Se eu lhe fizesse um pedido ou desse uma ordem, certamente teria um resultado adverso. Mas e se eu o impusesse um desafio justo? Como ele reagiria?

    Sr. Nimb, tem alguém nos observando das sombras. Sua Princesa e todos nós estamos em perigo. Você é capaz de protegê-la a partir das sombras?

    Por fim, Namnack. De todos os companheiros, ele foi aquele com o qual eu estabeleci uma conexão - e possívelmente uma amizade - com maior facilidade. Além disso, sem dúvidas ele era o mais inteligente de todos nós. Suas considerações sobre a nossa estratégia seriam valiosas, assim como seu conhecimento arcano acumulado:

    Sr. Nam... Não temos muito tempo... O que o senhor acha deste "Observador"? Outra coisa: o senhor teve algum progresso decifrando as mensagens que o Sr. Lysander nos deixou?

    Era típico dos paladinos não sentir medo. Esse era um dos dons presenteados por Tyr a todos aqueles que avançavam na ordem. Mas ali, completamente exposta junto com meus companheiros, em um local desconhecido, e com um vilão nos seguindo, eu me sentia desconfortável.
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Sex 28 Jul 2023 - 15:12

    Garona ouve a elfa azul ler e explicar o pergaminho e após pensar um pouco pergunta: - Vocês, que são mais inteligentes do que eu, qual o melhor, que eu veja pelos olhos de um pássaro e aprenda o caminho ou peça para  uma das feras nos sirva de guia?E aguarda, olhando fixamente para os companheiros e de braços cruzados... Batendo o pé direito, ritmicamente.
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Sex 28 Jul 2023 - 15:15

    Gostei mais da primeira Garona, a anterior, essa ficou meio trans kkkkkk
    Lucas Corey
    Tecnocrata
    Lucas Corey
    Tecnocrata

    Mensagens : 448
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Lucas Corey Sáb 29 Jul 2023 - 18:56

    Todos se espalharam para encontrar Servius, o guia desaparecido, e Nam-Nack já sentia um mau pressentimento antes mesmo de começar a busca. E quando adivinhos têm um mau pressentimento…

    Ele não se surpreendeu ao saber que o guia estava morto, mas suspirou com desânimo e uma ponta de tristeza. A surpresa veio quando ele soube que a causa da morte não tinha sido um ataque dos Gricks, mas uma flechada que já veio com um aviso ameaçador. "Mas por que estou surpreso? Estamos sendo vigiados e atacados desde a taverna"...

    Foi tirado de seus pensamentos pelas perguntas de Nadien, e respondeu num tom bastante sério, começando pela segunda.

    - Estou na mesma quanto ao código deixado por Lysander, infelizmente. Sobre o tal "Observador", podemos supor que ele faça parte daquele grupo de figuras soturnas que atacaram na taverna ou que talvez ele e o grupo pertençam a uma mesma organização. Poderiam ser os tais Cenobitas de Gash… Por outro lado, o autor do bilhete personalizou a ameaça. Não falou em "nós", mas em si mesmo, nomeando-se "Observador". Pode ser o líder daquele grupo ou um agente da organização atuando sozinho por ter muita habilidade em ações de rastreamento e de combate em florestas.

    Depois, em resposta à pergunta de Garona:

    - Creio que seria melhor você buscar nosso caminho usando os olhos de um pássaro. Eu sou capaz de conversar com pequenas bestas, tais como esquilos, por exemplo, então é possível que eu consiga alguma informação com um animal terrestre. Nossas habilidades se complementariam, portanto.

    Ele olhou para o cadáver de Servius, com uma expressão preocupada e triste, ao continuar.

    - Nadien tem razão quanto a darmos um enterro digno para Servius. E precisamos também marcar este lugar para que a família dele possa localizar o corpo após o nosso retorno, se é que vamos…

    Interrompeu-se de repente e prosseguiu.

    - Bem, mas não poderemos fazer algo tão elaborado como no caso de Lysander, que Azuth o tenha junto de Si. Afinal, estamos sendo vigiados por um ou mais assassinos.

    Nam olhou em volta para saber o que achavam de suas ideias, e pensou que talvez nunca um gnomo das florestas houvesse se sentido tão inseguro no meio de uma floresta…
    Dante
    Tecnocrata
    Dante
    Tecnocrata

    Mensagens : 313
    Reputação : 42

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dante Dom 30 Jul 2023 - 19:38

    Nimb logo esqueceu o ocorrido. Era assim que ele funcionava. Por vezes esquecia dos outros. Talvez por isso era o dominante. Normalmente...

    Ele não se preocupou muito com o guia. Ele mal o notará na verdade.

    Ele pareceu se divertir quando relatou não lembrar onde tinha estendido as roupas de sua princesa.

    Ele a acompanhou. Quando ela encontrou o cadáver nenhuma preocupação parecia intimamente ocupar a cabeça de Nimb. Ver sua princesa em ação o tirava de foco. Na verdade... Melhor dizendo, lhe deu um foco. Se não fosse sua obsessão o que teria feito?

    Apesar de todas as elocubracões dos demais aventureiros Nimb não parecia se importar. Ele revezava olhares de admiração para a Bárbara e olhares perdidos para o nada ou algum inseto aleatório.

    Tudo era colorido e mágico aos olhos do pobre Nimb. Seus companheiros de ocasião não sabem o maldito assassino lunático que ele é...

    Apenas as palavras da Elfa o fizeram voltar a si. E após ouvir. Olha preocupada para bárbara, depois resoluto para a elfa e some nas sombras com um olhar determinado.

    Eu continuo a relatar, analisar e observar. Pobre Nimb. Não se preocupe. Eu vou cuidar de você Nimb.
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Dycleal
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 10510
    Reputação : 224
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Dycleal Dom 30 Jul 2023 - 22:04

    Garona ouve a sugestão de ver pelos olhos de uma pássaro e aprender o caminho e fazer um enterro mais simples devido ao perigo do local... E diz: - Enterro rápido e digno, é pelo fogo! Fazemos uma pira e o queimamos em uma clareira a uma distância segura daqui, pois o fogo afasta os animais e os monstros... Depois eu concentrar e fazer ritual para olhar com olhos de pássaro amigo... Pedir para ele voar na direção que precisamos e eu aprendo o caminho, mas preciso de proteção durante o transe... Você me protege elfa e pequeno gnomo inteligente? E aguarda paciente a concordância ou não dos companheiros...
    Conteúdo patrocinado


    A Viagem até a Cripta - Página 2 Empty Re: A Viagem até a Cripta

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 25 Jul 2024 - 16:38